• Por Roberta Vendramini

  • Compartilhe

  • 01/08/2012

  • 84 Visualizações

Revit 2012/2013 - Módulo Básico

Revit 2012 Aula 3.3: Tipos de arquivos (Módulo Básico em Português)

sk

3.3.1 Arquivos do Revit

Adaptado de Justi  (2012)

O Revit trabalha diretamente com quatro tipos de arquivos:

– Arquivo .RVT

Arquivo do projeto (+/– semelhante ao .DWG do AutoCAD). 

– Arquivo .RTE 

Arquivo do template de projeto (+/– semelhante ao .DWT do AutoCAD).

– Arquivo .RFA

Arquivo de família  (+/– semelhante ao bloco do AutoCAD).

– Arquivo .RFT 

Arquivo de template de família (não possui semelhança). 

O usuário, ao abrir o Revit, sem perceber já abriu um arquivo de template que possui as configurações mínimas de projeto como Nível 1, Nível 2, Elevações, etc.

Depois que o usuário começa a projetar e a salvar, o arquivo de template é transformado em arquivo de projeto, ou seja, arquivo .RVT.

A mesma coisa acontece para as famílias, que são os “blocos” do Revit.

 

3.3.2 Interoperabilidade

De acordo com Jacoski (2003, apud MÜLLER, 2011), entende-se por interoperabilidade

a capacidade de comunicar dados por meio de e entre diferentes sistemas e de reutilizar a informação. No desenvolvimento de projetos, a falta de padronização faz com que dados deixem de ser compartilhados. Não existe uma padronização da comunicação entre projetistas para o estudo das interferências entre projetos. Alguns desses procedimentos, todavia, podem ser automatizados, abrindo caminho para transferência de informações via World Wide Web (Web).”

E, complementando, Andrade e Ruschelm (2009) explicam a importância da interoperalidade (troca de informações e arquivos) entre os softwarescom a tecnologia BIM (Building Information Modeling):

O processo de projeto envolve muitas fases e diferentes participantes. Estes necessitam trocar informações ao longo de todo o ciclo de vida do projeto, da construção e do uso. Porém, dificuldades na troca da informação, devido à baixa interoperabilidade, aparecem como fatores limitantes do uso do BIM no processo de projeto.  Se existe uma boa interoperabilidade se elimina a necessidade de réplica de dados de entrada, que já tenham sido gerados, e facilita, de forma automatizada e sem obstáculos, o fluxo de trabalho entre diferentes aplicativos, durante o processo de projeto.

Para a passagem de dados entre aplicativos são utilizados arquivos baseados em diferentes formatos de trocas. Alguns destes aplicativos apresentam maior capacidade de interoperabilidade, outros se limitam à trocas internas. A necessidade de troca de dados entre aplicativos não é algo recente na construção civil. Desde os primeiros aplicativos CAD 2D já existiam formatos capacitados para troca de algum tipo de dado.

 

3.3.3 Arquivo .IFC

Traduzido, resumido e adaptado de BuildingSmart (2012) e Wikipedia (2012)

O formato de arquivo Industry Foundation Classes (IFC) foi desenvolvido pela International Alliance of Interoperability, instituição sem fins lucrativos que trabalha com intuito de criar padrões de armazenamento de dados, a fim de facilitar o compartilhamento de informações entre softwares como o Revit, ArchiCAD e VectorWorks, entre outros com tecnologia BIM.

O IFC fornece uma solução de interoperabilidade entre diferentes aplicativos de software. O formato estabelece padrões internacionais para importar e exportar objetos de construção e suas propriedades.

É uma especificação neutra e aberta, que não é controlada por um único fornecedor ou grupo de fornecedores. É um formato de arquivo para facilitar a interoperabilidade, na arquitetura, engenharia e indústria de construção (AEC), e é um formato comumente usado para Building Information Modeling (BIM ). A especificação do modelo IFC é aberta e disponível.

Devido ao seu foco na facilidade de interoperabilidade entre plataformas de software com tecnologia BIM, o governo dinamarquês tornou obrigatório o uso do formato IFC para projetos de prédios públicos.

O IFC aprimora a comunicação, a produtividade, o tempo de entrega e a qualidade em todo o ciclo de vida de um edifício. Reduz a perda de informações durante a transmissão de um aplicativo para outro, com padrões estabelecidos para objetos comuns na indústria da construção.

Para obter mais informações sobre o formato de arquivo IFC, visite http://buildingsmart.com/standards/ifc/model-industry-foundation-classes-ifc.

 

3.3.3.1 Revit e IFC

O Revit fornece a importação IFC totalmente certificada com base no Visualizador IFC IFC2x3, no mais recente padrão de intercâmbio de dados. Ao exportar um modelo de construção do Revit para o formato IFC, as informações podem ser usadas diretamente por outros especialistas em construção, como engenheiros de serviços estruturais e de construção.  (AUTODESK, 2012)

 

3.3.4 Arquivo .ADSK

Traduzido e adaptado de CAD fórum (2012)

ADSK é um formato de troca de dados definida pela Autodesk(disponível desde versões 2010), baseado em XML. É usado,por exemplo, para transferir dados entre Inventor, Revit, AutoCAD Civil 3D e AutoCAD Architecture.

Sua capacidade de extensão abre o uso mais amplo possível, no futuro, como meio universal para troca de dados entre aplicações de desenho CAD.

Um simples clique duplo sobre um arquivo ADSK exibe o relatório de documentação gerado pelo aplicativo de criação.

 

Também é possível salvar o arquivo ADSK como um arquivo RFA (> Salvar como >  Família), o que permite criar uma família que pode ser utilizada em diversos projetos. Consulte sobre Famílias do Revit, no Guia do Usuário, para obter mais informações sobre como utilizar famílias no Revit. (AUTODESK, 2012).

Acompanhe outros detalhes sobre arquivos do Revit na videoaula 3.3:

 

Clique aqui para se inscrever em meu canal no youtube e ser notificado quando uma nova videoaula for postada.

————–

Referências

ANDRADE , M.L.V.X.;  RUSCHEL, R.C. Interoperabilidade de aplicativos BIM usados em arquitetura por meio do formato IFC. Revista Gestão & Tecnologia de Projetos. Vol. 4, n. 2, Novembro 2009. Disponível em: <http://www.iau.usp.br/posgrad/gestaodeprojetos/index.php/gestaodeprojetos/article/view/76>. Acesso em: 27 jul. 2012.

AUTODESK. Exportando para Industry Foundation Classes (IFC). Disponível em:

<http://wikihelp.autodesk.com/Revit/ptb/2013/Help/0001-Ajuda_do0/1468-Document1468/2171-Imprimir2171/2172-Exportar2172/2216-Exportan2216>. Acesso em: 27 jul. 2012.

BUILDINGSMART. Model – Industry Foundation Classes (IFC). Disponível em: <http://buildingsmart.com/standards/ifc/model-industry-foundation-classes-ifc>. Acesso em: 27 jul. 2012.

CADFÓRUM. What is the .ADSK file format used in Inventor or Revit? Disponível em: <http://www.cadforum.cz/cadforum_en/qaID.asp?tip=6633>.  Acesso em: 27 jul. 2012.

JUSTI, A.R. Autodesk Revit Building 9.0: Manipulando arquivos. Disponível em: <http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capitulo/1846965.pdf>. Acesso em: 27 jul. 2012.

MÜLLER, M. F. A interoperabilidade entre sistemas CAD de projeto de estruturas de concreto armado baseada em arquivos IFC. 2011. 129f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Construção Civil,  Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011. Disponível em: <http://www.prppg.ufpr.br/ppgcc/sites/www.prppg.ufpr.br.ppgcc/files/dissertacoes/d0150.pdf>. Acesso em: 27 jul. 2012.

WIKIPEDIA.  Industry Foundation Classes.  Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/Industry_Foundation_Classes>. Acesso em: 27 jul. 2012.

 

premium

Sobre o Autor

  • Roberta Vendramini

    Seguidora de Cristo, casada, arquiteta, professora universitária e blogueira, dedico muitas horas do meu dia gravando videoaulas de AutoCAD e Revit e sou a idealizadora do blog Cursos Construir e vários outros vinculados ao site www.construir.arq.br. Minha verdadeira vocação: ser professora!!!

Compartilhe este Post:

Pinterest Google+ Facebook Twitter Addthis

Envie seu comentário: