• Por Viviane Pavilionis

  • Compartilhe

  • 26/01/2013

  • 241 Visualizações

Revit para projetos de interiores

100% Revit – projeto de interiores e renderização por Everton Amaranto

Nas últimas semanas, houve uma certa demanda de perguntas sobre o uso do Revit Architecture para projetos de interiores. Afinal, é viável fazer projetos de interiores no Revit? E a apresentação do projeto para os clientes? E as rendizações, são satisfatórias?

Para responder a essas questões, ninguém melhor que o designer de interiores Everton Amaranto, especialista na criação de projetos de interiores e renderizações 100% Revit.

Veja algumas imagens de salas desenvolvidas e renderizadas no Revit e também o depoimento do autor dos projetos! E, no final do post, aproveite para participar da Promoção – Interiores 100% Revit!

Na próxima semana, voltaremos para conversar com o designer Everton Amaranto sobre detalhamento de marcenaria no Revit e você terá a oportunidade de baixar um projeto RVT gentilmente cedido pelo designer!

Abraços e aproveitem as dicas!

Arq. Roberta Vendramini

sk


100% REVIT – Depoimento do designer Everton Amaranto

“Estudo preliminar, layout, volumes, cores, paginações, luzes, texturas, elevações, detalhamentos, luminotécnicos ….enfim tudo isso envolve um projeto de interiores. Antes de trabalhar com o Revit, eu usava um programa chamado VDMax, que foi criado para projetos de interiores, tinha toda uma biblioteca que fascinava, mas sua renderização não ajudava… Sou grato a esse programa, mas ele não me completava! rsrsrsrs…eu queria um Amor Maior!

Foi quando, em 2009, descobri o Revit através de uma videoaula do Alexander Justi. Parecia um sonho: cortes, vistas, 3D… tudo ali, unidos em único programa, aquilo que eu só tinha visto no SolidWorks (projetos mecânicos), finalmente começava a se tornar real para a arquitetura. Estudei sozinho durante 6 meses, tutoriais, vídeos, até que fui para uma escola de Revit daqui de Sorocaba… me arrependi, eu sabia mais do que eles, mas até então eu não havia me dado conta do BIM. Não percebia a verdadeira proposta do Revit e da tecnologia em si. Não tinha percebido que a proposta era uma união de informações que gerariam outros projetos… meu interesse era só renderizar.

Então, em 2010, peguei meu primeiro grande projeto: eram 280m² de área e eu iria definir tudo – móveis, acabamentos, cores…..Fiz as imagens de todos os ambientes no Revit. Resultado: a cliente aceitou todas as propostas, pois as imagens expressavam toda a plenitude da ideia e vender o projeto foi fácil. Confesso que tive medo, trai o Revit e voltei a um amor antigo, o AutoCAD. Não tive coragem de assumir o Revit e acabei criando elevações no Revit e enviando tudo para o AutoCAD… não acho errado este processo, mas também não acho que seja a proposta do Revit.

No início de 2011, assinei o contrato de mais um projeto bacana. Fui contratado somente para fazer uma maquete eletrônica para o cliente visualizar o projeto desenvolvido por um engenheiro, pois ele não conseguia entender apenas a planta baixa e vista da fachada em 2D. Vale ressaltar este ponto, pois o Revit e outros programas resolvem um problema antigo: a leitura de planta baixa, cortes e elevações para um leigo… eu, como profissional, tenho que saber ler plantas, o cliente não! Quando meu cliente viu sua casa em 3D tivemos a constatação: o projeto era muito ruim! Foi quando ofereci fazer uma nova proposta de fachada para que ele visualizasse. Resultado: fechei mais um projeto. Depois da fachada, vieram os interiores de todos os ambientes… Mas, infelizmente o cliente não fechou os projetos executivos, por isso não tenho a parte técnica do projeto no Revit.

Neste meio tempo, uma pessoa da família me procurou para fazer um pequeno estudo de como ficaria uma mudança de uma escada em seu quintal… O que fiz? Fiz tudo no Revit! Planta baixa, corte, 3D, foi algo simples e pequeno, mas que deu segurança para dizer: posso fazer tudo no Revit!!!

No final de 2012, fui convidado para fazer toda a mudança de móveis da igreja que participo… A primeira solicitação foi da criação de móvel para recepção. Fiz o estudo e aprovaram. Parti para o projeto executivo e entreguei o projeto para o marceneiro, ele viu o projeto e disse: “Não tem como errar, está tudo aqui: planta baixa, vistas, e com esta imagem (3D) eu sei como vai ficar, facilitou pra mim!

Sim, naquele momento eu poderia assumir o romance com o Revit e dizer: Revit eu te amo!

Hoje, como profissional de interiores, vejo as seguintes vantagens em meus projetos: o cliente entende, eu entendo, o cliente ganha tempo em ter seus projetos executivos, eu ganho tempo em fazer projetos executivos. O medo foi embora e ficou a certeza de que seremos felizes para sempre. Hoje não me imagino mais apresentando um estudo sem estar em 3D, pois quando o cliente vê, ele compra muita mais fácil a ideia.”

 

Salas projetadas e renderizadas no Revit Architecture:

Sala 02

 

Sala 03

 

Sala 04

 

Sala de TV 01

 

Sala 06 Ambiente 04

 

Sala 07 Ambiente 02

 

Sala 08

 

————————————————————————————————————————————————————

Promoção – Interiores 100% Revit

O que você acharia se seu projeto de interiores fosse inteiramente feito no Revit e ainda virasse uma videoaula? Escolheremos um ambiente para que o designer de interiores Everton Amaranto desenvolva todo o projeto no Revit. Podem participar arquitetos, designers, engenheiros, cadistas e estudantes. Quer concorrer?  
Então:
1. Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/PlataformaBim
2. Participe de nosso grupo de Revit no facebook: https://www.facebook.com/groups/Revitarc/
3. Envie seu projeto em CAD com planta baixa, elevações e o maior número de informações sobre o projeto para o e-mail interiorescomrevit@hotmail.com com o assunto Promoção – Interiores 100% Revit.
Não tem Facebook??  Sem problemas: torne-se um membro deste blog na aba lateral direita e envie seu projeto!!!

Observações:
1. Os projetos deverão ser enviados até 03/02/2013.
2. Será selecionado o projeto (ambiente) que tiver os recursos mais interessantes para serem ensinados no Revit.
3. Caso seja necessário, serão elaboradas várias videoaulas. Os vídeos serão desenvolvidos semanalmente, não podendo ser determinada a finalização do projeto pelo autor do projeto selecionado.
4. Os mobiliários (sofás, cadeiras, camas, objetos de decoração) serão usados conforme disponibilidade dos blocos, podendo sofrer modificações que atendam ao projeto.

Sobre o Autor

  • Viviane Pavilionis

Compartilhe este Post:

Pinterest Google+ Facebook Twitter Addthis

Envie seu comentário: